26 de set de 2016

Guarda municipal é morto na garagem de casa em Santo André (SP)

Nenhum comentário :
Um guarda municipal foi baleado e morto na madruga deste sábado, 24, em Santo André, na região metropolitana de São Paulo. Rodrigo Lopes Sabino, de 30 anos, foi encontrado por policiais por volta das 5h em sua garagem no Jardim Itapoá e levado ao hospital municipal da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com informações da Polícia Militar, ele estava chegando em casa quando foi abordado por dois desconhecidos, que saíram de um Fiat Uno. Um dos criminosos disparou e a dupla fugiu levando também o veículo da vítima, um Palio Weekend.

O carro do guarda foi localizado mais tarde na rua Flores da Primavera, no Jardim São Francisco, na zona leste da capital, e está à disposição da família. O Fiat dos bandidos, de cor escura, também foi localizado e apreendido. O veículo está no nome de um auxiliar de cozinha de 25 anos, que já foi levado para averiguação.

O caso foi registrado como roubo seguido de morte no 2º Distrito Policial de Santo André, mas será encaminhado ao 5º DP do município para investigação.




http://istoe.com.br/guarda-municipal-e-morto-na-garagem-de-casa-em-santo-andre-sp/

Prefeitura de Bertioga realiza entrega de armas à Guarda Municipal na terça

Nenhum comentário :
A Prefeitura de , no litoral de São Paulo, realiza a entrega oficial do armamento à Guarda Municipal da cidade nesta terça-feira (27). A cerimônia acontecerá na sala de reuniões, anexa à Secretaria de Educação, no Paço Municipal, a partir das 10h. Logo em seguida, os guardas já poderão trabalhar armados com pistolas 380. Atualmente, o Município conta com 87 agentes efetivos. Desse total, 66% estão aptos para uso e porte de arma de fogo. 

O porte de arma é uma reivindicação antiga dos guardas municipais de Bertioga. Antes de receber autorização para o porte, cada agente passou por treinamento, que incluiu curso de qualificação e avaliação psicológica, como prevê a legislação, para saber se estavam habilitados a usar arma. Na terça-feira serão entregues as primeiras 40 armas para aqueles que já completaram todos os testes. À medida que os demais guardas concluírem a preparação estarão recebendo as armas, gradativamente, para poder atuar armados. 

Na qualificação, os guardas tiveram aulas sobre noções de Direito Penal, lei de entorpecente, uso de cassetete e algema, defesa pessoal, conhecimentos sobre funções e atribuições da GCM e das polícias Civil e Militar, ética, postura, condicionamento físico, entre outros. Eles também passaram por avaliação psicológica para saber se estavam habilitados a usar arma. 

Dos 87 agentes que integram a GCM de Bertioga, 58 estão atuando na corporação; 14 na Diretoria de Operações Ambientais (DOA), ligada à Secretaria de Meio Ambiente; 07 na Defesa Civil; 02 na Diretoria de Trânsito; e os seis restantes distribuídos entre secretarias municipais.


Fonte: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2016/09/prefeitura-de-bertioga-realiza-entrega-de-armas-guarda-municipal-na-terca.html

Autor do funk 'taca bala nos guardinha' diz que não queria incentivar crimes

Nenhum comentário :

Se comprometeu a comparecer em juízo.

O auxiliar de perecíveis de 20 anos, autor do funk ofendendo a Guarda Civil Municipal e fazendo apologia à crimes, foi ouvido na tarde desta quinta-feira (22), na 2ª Delegacia de Policia Civil em Campo Grande. O rapaz assumiu a autoria da música durante depoimento e disse não ter intenção de ofender ou fazer apologia a crimes, e se comprometeu a comparecer em juízo.

O jovem foi encontrado em sua residência e compareceu à delagacia para prestar depoimento na companhia de uma tia, segundo informações do delegado Valdir Rogério Benetti. “Ele veio com a tia dele, prestou depoimento e assumiu a autoria da letra. Informou que o vídeo foi gravado por um primo menor de idade à pedido dele. Afirmou não ter cometido nenhum dos crimes citados na música e muito menos possuir a arma citada”, disse.

“O rapaz se comprometeu a comparecer em juízo quando citado, agora vamos esperar o laudo da perícia para encaminharmos ao juiz”, concluiu.

Na ocasião, foi questionado sobre uma foto no perfil da rede social com um suposto cigarro de maconha, o jovem informou aos policiais não ser mais usuário e a imagem é antiga.

O caso

Um jovem de Campo Grande usou o Facebook para fazer a transmissão ao vivo do ‘lançamento’ de uma música funk, possivelmente escrita por ele. O vídeo, feito na sala de casa, permaneceu na postagem da rede social e foi interpretado como apologia a crimes contra a GCM (Guarda Civil Municipal) ou outra força de segurança da cidade.

Na música o rapaz afirmou ser morador do bairro Estrela do Sul e citou outros bairros da Capital. Na letra ele disse ter jogado bomba em uma blazer e possuir uma uma arma de calibri 357.

A Guarda Civil Municipal informou através de nota que respeita o direito de opinião e todos os cidadãos, mas não se furtaria diante dos que extrapolam esse direito e passam a cometer crimes”. Foi feito um B.O (Boletim de ocorrência) como apologia ao crime e ameaça e o 2º DP seguiu nas investigações até achar o suspeito nesta quinta-feira.

Veja a letra

É os mano que vai mandar

A ZN tá pesada

Estrela do Sul é nóis que tá

Vários cria, cria, cria, cria do Estrela do Sul

Vários cria, cria, cria, cria lá do Dom Antônio

Vários cria, cria, cria, cria lá do Talismã

Vários cria, cria, cria, cria lá do Imperial

É que nóis tá pesão botando o 357

Esse é o lema do Estrela

Seus guardinha não se esquece

Que na Blazer eu taquei bomba e nos motinha é só rajada

Taca bala, bala, bala na b... dos guardas

Vai taca bala, bala, bala na b... dos guardas

Oh tá querendo peitar com o Imperial na rajada

Aqui no Estrela do Sul, os moleque é boca d’água

O Talismã deu o papo que é só para meter bala

Taca bala, bala, bala na b... dos guardas

Taca bala, bala, bala na b... dos guardas

Vai Taca bala, bala, bala na b... dos guardas




http://www.midiamax.com.br/policia/identificado-autor-funk-taca-bala-guardinha-nao-queria-incentivar-crimes-316389

Santos está próxima de ter Guarda Municipal armada

Nenhum comentário :
Será publicado no Diário Oficial o aviso de edital de pregão eletrônico para contratação de serviço de avaliação psicológica para os guardas.

Santos dá um passo decisivo para o cumprimento da lei federal 13.022 que instituiu o Estatuto Geral das Guardas Municipais do Brasil. Hoje, será publicado no Diário Oficial o aviso de edital de pregão eletrônico para contratação de serviço de avaliação psicológica para guardas municipais.

O serviço deve ser realizado por psicólogos credenciados pela Polícia Federal e visa avaliação para porte funcional de armas aos guardas que se voluntariarem.

O edital poderá ser acessado a partir de segunda-feira (26) em www.santos.sp.gov.br campo “Licitações-e”. As propostas devem ser encaminhadas até o dia 6 de outubro, às 9 horas.

O processo para que parte dos guardas tenha permissão para porte de arma de fogo seguirá as seguintes etapas: contratação de empresa para avaliação psicológica dos candidatos e contratação de empresa para treinamento do manuseio de armas de fogo.

Somente após a aprovação da avaliação psicológica e treinamento, a Polícia Federal autoriza o guarda selecionado a portar arma de fogo. Dos cerca de 500 guardas, 100 deverão obter essa licença após as avaliações.

Comando

Em 11 de agosto último, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) resolveu cumprir parte da legislação e nomear um comandante de carreira na Guarda Civil Municipal. O guarda Ronaldo Pereira Pinto, com 27 dedicados à corporação, assumiu o cargo.

Ainda faltam outros itens para que a legislação seja rigorosamente cumprida em Santos. Entre eles estão a readaptação do plano de carreira à lei.

Além de armar a Guarda, é preciso compra, registro e acondicionamento das armas que, por sua vez, dependem de autorização de outras esferas de Governo, incluindo as Forças Armadas. 

Vale lembrar que os prefeitos e prefeitas da Baixada Santista poderão sofrer ação de improbidade administrativa por não cumprir a lei.

O Governo Federal deu dois anos para que as prefeituras colocassem as corporações dentro da legislação. O prazo terminou em 8 de agosto deste ano.




http://www.diariodolitoral.com.br/cotidiano/santos-esta-proxima-de-ter-guarda-municipal-armada/89787/

PMs que têm cargos comissionados na cúpula da Guarda Municipal fizeram doações a Pedro Paulo

Nenhum comentário :
O coronel Laviano é o inspetor-geral da Guarda Municipal Foto:
Reprodução site UPPs

Quatro oficiais da PM que fazem parte da cúpula da Guarda Municipal doaram, cada um, R$ 5 mil à campanha de Pedro Paulo (PMDB) — candidato apoiado pelo prefeito Eduardo Paes para sua sucessão. 

Um deles é o inspetor-geral — cargo mais alto da hierarquia da instituição, indicado pelo prefeito —, coronel Luis Claudio Laviano. 

Segundo a assessoria de imprensa da Guarda, por ocuparem cargos comissionados, os policiais recebem, além do salário da PM, gratificação da prefeitura que pode chegar a até R$ 11 mil por mês.

Além de Laviano, também doaram a Pedro Paulo a major Tarcila Helena Belchior Dias, chefe de gabinete da Guarda, e os capitães André Luis Leitão da Silva, corregedor, e Thyago Ferreira Vieira, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico. 

A permanência de todos os quatro nos cargos a partir do ano que vem vai depender da escolha do próximo prefeito.

Questionado se considera ético um servidor com cargo comissionado doar a um candidato que pode beneficiá-lo, Pedro Paulo afirmou ao EXTRA que “é ético receber uma doação que está prevista na lei eleitoral”.

— A lei não faz restrição à doação de servidor público, empresário, liderança religiosa. Não tenho qualquer tipo de conflito ético — disse.

Sobre a manutenção dos PMs na Guarda caso seja eleito, Pedro Paulo afirmou que “quem tiver expectativa de ganhar algo em troca, vai se dar mal”.

— Só vou tomar essa decisão (sobre cargos de comando da Guarda) no final das eleições. Meu compromisso é com a diretriz e não com as pessoas — afirmou.

Já a Guarda Municipal alegou que “não pode comentar atos de cunho pessoal, feitos enquanto pessoas físicas, do seus gestores”. O Ministério Público Eleitoral investiga doações de pelo menos 57 servidores da prefeitura a Pedro Paulo. 

O MP quer saber se há valores doados além do permitido pela lei ou promessa de vantagens aos servidores.



Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/rio/pms-que-tem-cargos-comissionados-na-cupula-da-guarda-municipal-fizeram-doacoes-pedro-paulo-20171395.html#ixzz4LPorvSdq