GUARDA MUNICIPAL DEVE PRESTAR CONTINÊNCIA?